sábado, 25 de julho de 2015

Solução para decote de T-shirt

Não uso cachecóis e não gosto de T-shirts apertadas no pescoço, mas gosto muito de T-shirts de algodão. Trouxe sempre uma ou duas dos vários sítios que visitei nas minhas viagens. Enquanto trabalhei fiz ginástica de manutenção e essas blusas foram muito úteis. Umas ficaram velhas e outras deixaram de me servir. Como guardei estas últimas, agora os meus herdeiros gostam de lhes dar uso. Restam as mais recentes , de tamanho nXLs... Como são mesmo muito grandes, às vezes faço-lhes umas pinças para lhes dar forma mais elegante e corto os decotes, debruando-os com fita de viés. 
Estas duas ficaram assim, muito mais frescas.

Espero que tenham gostado e aceito outras sugestões para as minhas próximas T-shirts que usarei nas caminhadas e na praia.
UM ABRAÇO

quinta-feira, 23 de julho de 2015

SOUFFLÉ DE ATUM

Amanhã este blog irá festejar o 7º. Aniversário e antecipo a "festa" publicando a receita com que irei participar no desafio do blog Cozinha100segredos (cuja visita aconselho pela sua excelente qualidade). Espreitem e participem! É um desfio muito interessante! 

Aqui vai a lista dos ingredientes que eu utilizei na receita de minha autoria, seguindo - obviamente - a receita básica de qualquer soufflé: manteiga, leite, gemas e claras em castelo, com tudo o que lhe queiramos adicionar. A minha versão é esta:

SOUFFLÉ DE ATUM
1 lata de atum Bom Pestico (de S. Miguel)
1 cebola pequena picada
1 dente de alho picado
2 nozes de manteiga Loreto (de S. Miguel)
1 chávena de leite Nova Açores (S. Miguel)
1 colher de sopa de farinha de trigo
½ chávena de queijo de S. Jorge (ralado)
½ chávena de queijo de S. Miguel (ralado)
1 colher de chá de calda de pimenta (S. Miguel)
1 colher de chá de açafroa (S. Miguel)
1 colher de sopa de salsa picada
4 ovos
½ pimenta da terra (trazida de S. Miguel)
1 pouco de pão ralado


A seguir, como o confecionei:
Levei ao lume a cebola e o alho num pouco do óleo do atum
com um pouco de manteiga, até a cebola ficar translúcida.
Juntei a farinha (não tinha a micaelense da Moaçor!!!)
e mexi.
Continuando a mexer juntei o leite...
... o atum esmagado com o garfo, metade do queijo,
salsa e calda de pimenta da terra. 
Ainda no lume médio misturei bem os ingredientes.
Já sem lume, adicionei as gemas, mexendo-as muito bem.
Nesta fase juntei a açafroa e deixei arrefecer o preparado. 
Misturei o creme quase frio com as claras em castelo, 
envolvi tudo e verti num refratário untado com manteiga.
Polvilhei com o resto dos queijos ralados e um pouco de pão ralado,
decorei com umas tiras de pimenta da terra
(trouxe as pimentas de S. Miguel e conservo-as em sal)
e levei ao forno a 175º, durante cerca de 30 minutos,
até ficar assim:
Aproveito para mostrar os ingredientes que utilizei na receita...
e outros, como os chás, preto e verde, da Gorreana,
que faço questão de beber todos os dias,
quer faça frio, quer faça calor!

A toalha também é de S. Miguel, 
mas foi comprada pela minha mãe, que, quando me casei,
ma deu de presente para o meu enxoval.
(Ah! As pegas ficaram na foto!... Foram feitas com restos.)
E foi assim que, ao jantar, o soufflé foi para o prato.
Como sabem, os soufflés abatem um pouco quando arrefecem,
mas este até ficou bem bonitinho... e estava...???
Não posso dizer, porque irá ser sujeito a apreciação de júri!...
UM ABRAÇO

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Richelieu e leitura em Tenerife

Para as viagens levo sempre um livro e um bordado.
Desta vez levei este livro deste excelente escritor brasileiro,
principalmente porque contém pequenos contos
para ler dois ou três de cada vez!
 Levei também este linho já riscado, 
para o último pano do conjunto de três,
dois dos quais já mostrei 
 Já em casa passei-o a ferro para vos mostrar o que fiz 
apenas em escassas horas.
Fiz a parte mais enfadonha do bordado: 
encher com 2 alinhavos o que será bordado,
fazendo em simultâneo
a parte do bordado onde se irá recortar o linho.
Será uma dica para quem quiser aprender a bordar
Ponto de Richelieu.
No meu outro blog poderão ver algumas fotos de Tenerife.
UM ABRAÇO


quarta-feira, 15 de julho de 2015

Regressei!!!

Pessoas minhas amigas queridas:
OBRIGADA 
pelos lindos comentários deixados na música que vos deixei
antes de ir para Tenerife, para uma bela semana de férias.
Acabei de chegar e a 1ª. coisa que fiz, depois dos beijinhos,
foi abrir o blogue: 
quase chorei pelos comentários deixados...
e pelos não deixados!!!... 
Se alguém se comoveu com a minha simplicidade artística, acredito, 
e tenho de dizer que também fiquei muito emocionada
 por tão belas palavras que me dirigiram as amigas
que realmente apreciam o que eu faço!
Fico contente e muito orgulhosa com 
a delicadeza, a generosidade, a atenção, o carinho... 
das amigas que me fazem sentir com vontade de continuar
e de me aperfeiçoar em tudo o que gosto de fazer 
e de vos mostrar...
apesar da minha idade avançada!...
Rejuvenesço com tanta bondade de quem fala assim comigo!
Para velhos... ficamos como as crianças:
a atenção é essencial!...
E termino com a foto da pessoa que mais gostou de me ouvir
tocar piano: o meu querido e saudoso pai.
(Agora o meu grande apreciador é o meu marido!...)

Até amanhã... ou até depois de organizar as fotos de Tenerife,
que mostrarei aqui:

UM ABRAÇO SAUDOSO

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Lago do Como, noturno de C. Galos

Hesitei... e não tomei a decisão certa...
com franqueza não é coisa que se mostre,
mas prometo treinar e repetir, tocando sem tantas fífias...
onde a 1ª. é logo à entrada!!!
Desculpem!!!
Mesmo assim mostro, porque já ouvi pior no youtube!!!
Como eu sou uma afeiçoada por adágios populares, cito um:
Quem dá o que tem a mais não é obrigado.
Para quem não exercita há muitos anos;
para quem tem uma placa metálica e 6 parafusos no úmero esquerdo;
para quem lesionou o tendão do mindinho direito
e levou 3 pontos nesse dedo, ficando com sérias sequelas;
para quem faz cãimbras nos dedos por motivos de DNA
(que passo a traduzir: Data de Nascimento Antiga!);
para quem tem "desgaste" nas articulações pelo motivo anterior;
para quem não tem muito melhor para vos dar a ouvir...
aqui vai... com todo o meu descaramento!!!
Prometo praticar com afinco quando regressar da semana
que vamos passar em Tenerife!...
Com mais tempo de treino irei melhorar, prometo!
Ah! Também terei de silenciar e iluminar em condições
o estúdio de gravação... para se ouvir e ver melhor!
Uma ótima semana para todos/as, com muita saúde e alegria!
Depois digo como passei a minha.
Até breve!
UM ABRAÇO

sábado, 4 de julho de 2015

COIMBRA

Hoje, dia 4 de julho, é o feriado municipal da cidade de Coimbra.
Por ser ano ímpar, não há festas da Rainha Santa Isabel,
padroeira da cidade.
Está calor... muito calor lá fora!... 
Em casa estou ao fresco e apeteceu-me dedicar-vos este belo fado
que canta a minha bela cidade adotiva!

https://www.youtube.com/watch?v=I3bv1VU6Uf4


E de casa, vejo assim a bela cidade onde moro há 49 anos!

O mercado municipal D. Pedro V mesmo ali em baixo.
Para trás são 5 pisos... e ninguém me encobre as vistas!
Para a rua, no 3º. piso, a paisagem não é assim tão bonita,
mas moro a 3 passos da baixa da cidade!


Venham visitar-me!
UM ABRAÇO

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Vestidos de croché e tecido - tamanhos: 7-8 anos e 2-3 anos

A minha linda netinha de 5 anos é grande...
mas eu calculei mal as medidas
e o vestido só ficará bem no próximo ano!
Mesmo assim levou-o mas vou fazer outro para este ano.

Os acessórios estavam cá em casa e os botões a condizer
na perfeição.

Na foto seguinte mostro como uno o croché ao tecido,
para responder à Rute, que me perguntou como o fazia.
Depois de franzir a parte da saia coso com ponto zig-zag.

O seguinte foi o 1º. modelo que fiz passando por imensas etapas de
faz/desfaz!!! 
A certa altura disse: chega!... E parei! Só o acabei depois do verde. 
Vai ficar assim mesmo e há de servir a alguém!...
A Elisa sugeriu pintinhas para a parte da saia, ótima ideia,
mas eu já tinha comprado esta cambraia estampada.
Ao ver este, a netinha para quem fiz o enorme vestido verde,
pediu um igual. Tirei as medidas certas e vou fazê-lo brevemente.
Este já fiz sem abertura na parte a seguir à cava.
Fica melhor assim.
   Acessórios também não faltaram, só terei de comprar mais tecido
e fio!
Para quem quiser copiar, aqui vão mais fotos:
Podem copiar! É fácil e podem inventar outros pontos.
As pequenas princesas irão gostar!
As minhas duas gostaram muito e eu fiquei muito contente.
Ficarei também contente se deixarem aqui a vossa opinião!
UM ABRAÇO





segunda-feira, 29 de junho de 2015

Salada de pimentos (como remover a pele dos pimentos)

Nem sempre salada com alface... nem sempre com tomate!
Desta vez foi com pimentos... sem pele, mas não assados!
A senhora que me ensinou este truque é uma amiga de longa data.
Dizia-lhe eu que gostava imenso de pimentos assados,
mas que davam muito trabalho a "descascar"!...
Acabava por comê-los só nos restaurantes.
A minha amiga ensinou-me assim:
numa panela com água a ferver colocam-se os pimentos inteiros
e deixam-se ao lume durante 5 a 10 minutos.

Retiram-se e mergulham-se em água fria.
Quando lhes pudermos pegar, 
retiramos a pele e as sementes com a ajuda de uma faca.
 Os vermelhos são mais fáceis!
Depois cortam-se às fatias.
Juntei:
 1 dente de alho picado,
 1 cebola pequena às lascas.
Temperei com:
 azeite,
vinagre,
 orégãos.
Esqueci-me do sal... mas não fez falta!
 Havia um resto de carne assada com que fiz pequenas sanduíches
com um cheirinho de mostarda!
A salada acompanhou-as...
 ... mas antes comemos esta sopinha deliciosa!
No final: umas fatias de papaia.
Se não conheciam...  experimentem. Eu gosto muito!
Não são iguais aos assados, dos restaurantes,
que por vezes até vêm com peles...
mas ficam muito bons, dão pouco trabalho...
e não deixam a casa com cheiro a chamusco!...
UM ABRAÇO

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Vestido de croché e tecido - tam. 6 anos

Na net encontramos imensos vestidinhos deste género.
Este é mais um, com a particularidade de não o ter copiado 
e ter sido feito a olho, com pontos do top que fiz para outra neta.
Ainda assim, irei mostrar em pormenor as várias etapas,
para o caso de alguém o querer copiar.
Não contei os pontos, mas as fotos elucidam e quem o fizer
poderá aumentar ou diminuir os pontos de acordo com o tamanho.
Usei agulha nº.3 e fio de algodão mercerizado da Coats 
(Anchor Creativa Fino - 50gr/-125m)
A minha neta de 6 anos, por perto, foi servindo de modelo
e por ela fui ajustando as medidas.
Ainda comecei um com fio vermelho que tinha em casa,
 mas fiz e desfiz tantas vezes, não tinha mais fio, 
não encontrei igual... e acabei desistindo, pondo-o de parte!
Comecei então este outro... que até agradou mais à sua dona!
 Comecei assim e a seguir mostro como fiz este 1º. motivo, 
muito conhecido e de bonito efeito:

 Há muitas maneiras de fazer o ponto alto e eu faço assim:
uma laça puxada por 3 vezes, como a minha mãe fazia.
 Dou uma laça, enfio a agulha e com uma laça, puxo as malhas por 3 vezes:
 1º. dou 1 laça e puxo 1 fio...
 ... depois dou 1 laça e puxo 2 fios,
 por fim dou 1 laça e puxo os restantes dois fios, 
ficando assim este ponto alto.
 Aqui vê-se por baixo o tal vermelho que fiz e desfiz e fiz...
e que acabei deixando para uma menina mais pequenina.
 Usando umas pequenas molas e alfinetes, coloquei em stand by a parte das mangas
e completei a parte do corpo, como mostro nas fotos seguintes.
Aqui está pronta a parte de croché. 
Nas costas irá levar 4 botões.
Aqui o pormenor das mangas.
E aqui o tecido (antigo) que ainda será aplicado e cosido na máquina.
Quando o terminar mostrarei o resultado final, no corpo da neta.
Se copiarem sentir-me-ei contente! 
Se gostaram podem comentar aqui!!! 
Ficarei muito contente e retribuirei a visita e comentário
no vosso blogue ou email!
UM ABRAÇO
P.S.: aqui vai o vestido que encantou a netinha! No próximo ano ficará melhor, quando ela ficar na medida do vestido!!!...