terça-feira, 24 de maio de 2016

Hardanger - no Algarve

Para o Algarve levei material para um pequeno pano bordado a Hardanger.
Leve, fresco e pouco volumoso, depois de bem marcado (sem erros!),
é o passatempo ideal para me entreter ao serão
quando passo alguns dias fora de casa.
AQUI e AQUI 
mostro como se fazem os pontos básicos deste bordado.
Mas ainda vos mostro mais um pouco do que bordei a
Hardanger:
AQUIAQUI 

Na Ponta da Piedade o vento era forte e começou a chover.
Este lugar é muito bonito!
Tem grutas lindíssimas que já visitámos há alguns anos.
Vale a pena mergulhar na net: aqui!
UM ABRAÇO

sábado, 21 de maio de 2016

Bolo de iogurte e limão (receita da Márcia)

A receita deste delicioso bolo está 
AQUI, no blog da minha conterrânea e nossa amiga Márcia,
que partilha connosco as suas maravilhas da culinária,
e também AQUI , no blog da nossa amiga Nina.
Fi-lo e mostro-o aqui... mas nem parece o mesmo bolo!!!
(Usei a batedeira elétrica porque não tenho a bimby)
A calda desapareceu... foi deglutida pelo bolo...
e juro que fiz a receita direitinha!!!
(Só infringi nas claras, que juntei em castelo... manias!!!)
Ah! Já sei! Era suposto o bolo estar completamente frio
(e ainda estava ligeiramente morninho)
para não engolir a preciosa calda que fiz a rigor pela receita.
Cheirava tão bem... e eu estava inquieta para o provar.
Mas ao absorver a calda o bolo ficou com ela lá dentro
dando um toque levemente húmido à loira e macia côdea!
Ficou lindo, brilhante, delicioso...
mas não ficou igual aos das minhas amigas!...
 À saída do forno, lindo, cozeu em 45 minutos.
 Aqui apenas morninho, ainda sem o  delicioso "molho"!...
E a seguir, o guloso que bebeu a suculenta cobertura!!!
Ainda pensei que a calda estivesse rala, mas não:
vê-se no fundo como estava igual à da Márcia. 
E aqui foi a degustação! 
O único membro do júri aprovou... por unanimidade!!!....... 
Uma delícia!
Depois foi a fatia a sério para a cozinheira: é delicioso!!!
 Ficou muito fofo e com o sabor a limão de que eu tanto gosto.
Obrigada à Márcia, que partilhou connosco esta deliciosa receita!
Obrigada à Nina, que mostrou o bolo há dias, 
avivando-me a memória e aguçando-me o apetite!
UM ABRAÇO





terça-feira, 17 de maio de 2016

O tal ponto de tricô!

Eureka!!!
Até que enfim... descobri como se faz!!!
Mas antes de explicar quero agradecer às amigas que deram sugestões e às amigas que não ajudaram... mas viram e comentaram!
Obrigada a todas!
Este foi o resultado final depois de hoooras à volta das agulhas.
O meu estado psicológico também não ajudou muito...
mas ainda assim não desisti!
Digamos que desistir não é coisa que eu costume fazer!!!
As dezenas de tentativas foram feitas ao serão,
mas esta é uma tarefa que exige muita concentração
e olho vivo!
Ora, com um olho na TV e outro no tricô... não dá certo!
O meu marido já interferia (!) dizendo que eu estava a perder tempo.
Aí é que aumentei a vontade e a velocidade de decifrar o enigma!
Cheguei a tricotar às escondidas para não ser alvo de crítica...
até que, finalmente, consegui!!!
Pelo lado direito parece o falso ponto inglês como as amigas
Lisette Toselo, Cristina Peres e Lurdes Vieira
sugeriram, mas pelo avesso fica diferente.
Na foto seguinte mostro o 1º. resultado, pelo lado direito, 
mas a ourela não me satisfez.
 Tricotei então outra amostra com a orla satisfatória,
que mostro a seguir pelo avesso e que explico mais abaixo.
Por engano, peguei nas agulhas mais finas 
e o ponto ficou mais apertado! Mas é este!
 Mostro algumas das várias tentativas... 
e o engraçado é que a 1ª. não estava muito longe da correta,
mas esquecia-me do que tinha feito quando queria repetir.
 Eu tomava notas... mas não dava certo!...
Finalmente saiu bem...
 
... e passei o rascunho a limpo! 
Aqui está e garanto que foi exatamente assim 
que a minha mãe tricotou este meu casaco,
agora tão velhinho!
Não mostrei o modelo, apenas o ponto.
Só o farei se nascer uma neta!
Se for neto... terei de fazer um modelo para rapaz!
A amiga Cláudia Vieira, a cujo blog não consigo aceder,
indicou-me este blog russo. Obrigada, amiga!
Tanto eu como o tradutor google não conseguimos entender!
O ponto é realmente muito parecido,
mas não vejo o avesso para o poder "traduzir" do russo!
É lindo e fica liso. O do meu casaco faz umas ondinhas.
Espero que gostem, o tricotem e o comentem!!!
Levei tanto tempo a desvendar este enigma...
e, afinal, o ponto é tão fácil!!!
UM ABRAÇO

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Quem me ensina este ponto???

Ainda tenho o casaco que tem mais de 60... quase 70 anos (era meu!), 
mas não consigo descobrir que ponto é este. 
Alguém vai ter a gentileza de mo ensinar 
(tipo: 1 malha, 2 m juntas, 1 laça... etc.) 
Obrigada!!!

Depois de pronto mostrarei aqui este modelo vintage, tricotado pela minha mãe e que eu usei quando era bebé!!! A minha mãe deve-me ter ensinado este ponto... eu é que esqueci como se faz!!! 
Tenho andado sem aparecer... e agora apareço a pedir um favor!!!
Mas confio na generosidade das minhas queridas amigas habilidosas.
Quero muito aprender este ponto para copiar o meu velho casaquinho,
mas só o farei se for menina!!!
SIM!!!
Vou ser avó!!!
O bebé irá nascer nos Açores, em S. Miguel,
e não sabemos se será uma Margarida ou um Miguel.
Queremos muito é que venha com saúde!
UM ABRAÇO

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Pastéis de nata

Fiz estes pastéis de nata há alguns dias 
e como souberam a pouco... (uns míseros 29...!), 
repeti a receita (a dobrar!!!)... 
para os lambareiros que vieram a fim de semana!... 
Segue a receita para quem quiser fazê-los:
Para o creme:
5 dl de natas
8 gemas
2 colheres de chá de farinha de trigo
200 gr de açúcar (eu usei só 150 gr)
casca de limão (eu deitei também raspa)

Misturar tudo e levar ao lume até levantar fervura.
 
Usei massa folhada de compra e forrei as formas.
 Deixei arrefecer o creme e coloquei-o nas formas.
 Foram ao forno a 250º,  porque o meu não dá mais...
 ... e ficaram assim...
 ... simplesmente deliciosos!
Na segunda leva fi-los maiores,  igualmente deliciosos, assim:

 As quatro fotos seguintes foram retiradas do livro 
Cozinha Tradicional Portuguesa, 
de Maria de Lourdes Modesto,
para vos mostrar como se forram as formas
com a massa folhada
Esta receita é muito boa e os pastéis ficam deliciosos!
UM ABRAÇO

terça-feira, 26 de abril de 2016

Encontro com amiga virtual

Tenho andado afastada de blogosfera... por uma causa muito boa: uma amiga virtual que veio do Brasil com o marido visitar Portugal e passou por Coimbra. Não poderia deixar de marcar um encontro... de modo nenhum! A nossa amizade virtual foi breve: apenas umas visitas da Rosinha ao meu blog para apreciar trabalhos manuais de que ela também é praticante!... 
Os novos amigos são um casal tão simpático, meigo, inteligente, divertido, bom... e apenas enumero algumas qualidades! São aquelas pessoas que têm de fazer parte da nossa vida e todos nós, os quatro, sentimos uma empatia logo no nosso primeiro encontro! Juntos passeámos, rimos, conversámos, comemos e fizemos aquela amizade que nos irá unir para sempre! Se há amor à primeira vista... neste caso foi amizade no primeiro instante! Até parece que já nos conhecemos há muito tempo... e só estivemos juntos 2 dias!... 
Estes amigos estão agora a visitar o norte do país, mas penso que ainda nos iremos encontrar no Algarve... onde irei passar uma semana de férias marcadas já há algum tempo. Se assim não fosse, ficaríamos de bom grado a passeá-los nos dias que têm sem agenda!...
Com permissão, ilustro apenas um pouco do que foram dois dias muito agradáveis, na companhia de boas pessoas.
Começando pela selfy de que sou grande fã! 
Os estudantes, sempre com algum pretexto para festejar,
fazem voar alegremente as capas do traje académico.
 No pátio da Universidade:
No Arco de Almedina:
Na baixa de Coimbra:
 Na minha casa, um disparo automático,
para perpetuar o chá ao fim do ótimo dia juntos!
 Houve outros motivos para a minha ausência neste espaço,
mas este encontro com amigos foi o mais importante.

No passado dia 19 foi o meu aniversário! 
Uma bonita idade, 69 anos, 
e o 47º. aniversário do nosso casamento em 1969! 
Nesse dia apaguei 22 velas!!!
No mesmo dia, 47 anos depois, estamos assim:
Mesmo ausente, recebi visitas e comentários das pessoas
que nunca se esquecem de mim! Fico muito contente!
Não visitei blogues, confesso, 
mas irei retomar a minha rotina já hoje.
Peço desculpa a quem comentou e eu não respondi!
O facebook é mais fácil de gerir no telemóvel!...
Irei deixar algumas publicações agendadas
e, entretanto, vou ver se alguém cá de casa de ajuda
a lidar com o blog através do celular!!!
UM ABRAÇO

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Casaco de tricô para bebé tam. 1 - 3 meses

Tenho andado ausente do blogue, mas tinha este casaco pronto,
a aguardar oportunidade de o mostrar aqui.
Desta vez foi publicado primeiro no facebook!
É quase igual a um que já mostrei aqui
mas neste usei um fio mais grosso, 
por isso ficou ligeiramente maior.
É um modelo muito simples e muito fácil...
que acompanha o crescimento do bebé!
Se for lavado e tratado com cuidado, 
servirá ao bebé por mais tempo.
É por isso que gosto de tricotar modelos assim simples,
em ponto de liga ou musgo.
Espero ajudar as avós que, como eu, gostam destes trabalhos!
UM ABRAÇO