sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Só notícias!

Tenho andado desaparecida!
Fui dar um passeio até à Serra Nevada
(depois mostrarei algumas fotos)
e de regresso, já em casa, sem ter pregado olho durante a noite e bêbeda de sono, levantei-me de noite e, ainda meio tonta, dei um valente  tombo que bati com o rosto na aresta da prateleira.
Fui ao hospital levar 10 pontos entre os olhos e um pouco da testa.
Agora é que vou ficar bonita a valer!...
Hoje fui fazer o penso, voltarei daqui a 3 dias para  fazer outro
e só irei retirar os pontos daqui a 7 dias.
Por agora não haverá selfies deste aspeto horroroso!... 
Se me vissem agora até desmaiavam!!! 
Mas tirei fotos para colocar na pasta privada das desgracinhas...
que, infelizmente têm sido algumas,
para recordar quando já me tiver esquecido!...

Entretanto uma amiga muito simpática pediu-me o gráfico dum casaquinho que fiz há algum tempo, quando eu ainda não sabia lidar bem com estas tecnologias (e ainda não sei "bem"... confesso que só melhorei um pouquinho!). Como ainda conservo a relíquia original, já muito velhinha, com mais de 70 anos... e já fiz um casaco por esse modelo para menina, mas sem explicações, peguei nas agulhas e estou a tentar dar o meu melhor. Ainda irei demorar uns dias a mostrá-lo, porque o tombo também me deixou algumas nódoas negras e deixando-me em ligeiro estado de letargia. 
O pouco que faço é em câmara lenta... 
eu que não sou de lentidões!...
Mas em 15 dias ficarei como nova... 
apenas um pouco escarrolada
(palavra açoriana que significa estragada!)

UM ABRAÇO

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Casaco de tricô para bebé recém-nascido

Este foi o casaco que eu agora tricotei. 
É parecido com o que costumo fazer 
para recém-nascido, mas em versão facilitada!
Ficou muito simples e fofo! 
E a cor é esta: lilás clarinho.
Passo a explicar:
Lançar na agulha 32 malhas para começar pela manga e fazer um revesilho 1x1 com 10 carreiras.
Fazer aumentos de 3 em 3 até ficar com 40 malhas na agulha.
Tricotar 1 aumento escondido nas 8ª., 18ª. e 28ª. carreiras de nós de liga.

Na 30ª. carreira lançar 30 malhas de cada lado da manga, ficando com 106 malhas na agulha, que serão tricotadas em 12 carreiras de nós de liga.
Tricotar 49 malhas, matar 12 e tricotar 45 malhas da parte da frente. As 49 m ficam em espera no alfinete.
Acabados os 9 canudos da frente deixam-se essas 45 malhas em espera e tricotam-se as outras 49 do alfinete, terminando, assim, um lado das costas também com 4 canudos de liga e meia.

A seguir começa-se a outra parte das costas com 49 malhas, tricotam-se os canudos, fazendo algumas casas para os botões. 
Atingindo o número de carreiras igual ao da outra parte enfiam-se na agulha as 45 malhas do alfinete, lançam-se 12 malhas e apanham-se as restantes 49, ficando com 106 malhas na agulha, que se irão tricotar em 12 carreiras de nós de liga.
Matam-se as 30 malhas de cada lado e inicia-se a 2ª. manga, matando 1 malha escondida nas 5ª., 14ª. e 24ª. carreiras. Após 30 carreiras matam-se malhas até ficar com as 32 do revesilho, que será igual: 10 carreiras de 1x1.
Levantam-se cerca de 76 malhas para o pescoço e tricota-se o revesilho 1x1 em 10 carreiras.

Unem-se as mangas e os lados.
Fica assim:

Aqui está dobrado pronto a ser oferecido.
Testei-o no boneco 

e acho que ficará muito bem numa menina
acabada de nascer.
Não tem dona... por enquanto!
Espero que gostem e o copiem.
UM ABRAÇO