quinta-feira, 15 de maio de 2014

Chicharros assados na sertã com açorda

Na receita que hoje vou mostrar devia ser utilizada a sertã de barro não vidrado, tradicional dos Açores. Eu tenho uma mas não posso utilizá-la no fogão, porque este ficaria em péssimo estado. Por isso, meninas ou meninos que queiram experimentar esta receita, usem uma daquelas frigideiras antiaderentes que ainda não tiveram coragem de deitar no lixo!!! Resulta bem: não é frito nem grelhado, por isso não deixa a casa a cheirar a peixe durante três dias!… 
E podem ver que é muito saudável.
Também tenho de explicar que, nos Açores, 
chicharros são os carapaus pequenos, 
aqui no continente são conhecidos por jaquinzinhos!
Temperam-se com sal e passam-se por farinha de milho. Vão a assar, como mostro, em lume médio para não ficarem queimados logo à primeira!
Com duas espátulas de madeira viram-se e põem-se a assar do outro lado, espremendo levemente com a espátula, para retirar um pouco do líquido do interior do peixe.
Se virem que não estão assados por dentro, podem virá-los de lado, como mostro, para que não fiquem crus por dentro.
E estão prontos! Para prato tradicional dos Açores, teriam de ser servidos com molho de vilão ou molho verde ou outro molho qualquer… desde que leve azeite! Eu optei por não fazer molho nenhum! O fígado precisa de descanso!
Como tinha pão duro, resolvi fazer uma açorda. Tenho boa hortelã  na varanda, mas ontem comprei coentros e foi o que utilizei, para dar um toque alentejano a uma receita açoriana. Alguém da Europa, de África… terá povoado as ilhas … assim como alguém (nós, os portugueses!!!) terá trazido do oriente os temperos exóticos que nós habilmente introduzimos na nossa culinária.
 
A açorda é muito fácil de fazer… eu diria que será mais difícil gostar dela! Eu gosto imenso, faço-a de várias maneiras, esta levou um ovo que misturei rapidamente já com o lume apagado. Mas alhos tem de levar em abundância. Por isso tenho esta pedra do rio com que os esmago e retiro, ou não, a casca antes de os levar a alourar. E essa pedra tem de estar sempre à mão, porque é nela que também afio as facas! 
Tenho esmagador de alhos e afiador de facas… mas tenho as minhas manias!!!...
Depois de empratar ficou assim... mas tenho a comunicar que, além destes cinco, comi outros tantos!!! Estavam tão bons... que não resisto a mostrar-vos um peixinho por dentro!
Aposto que os açorianos... e outras pessoas de outros lugares...
 que virem este post vão querer confecionar esta receita. 
Façam-no! 
É uma boa refeição e fica baratinha!
UM ABRAÇO

16 comentários:

  1. Minha amiga, não temos estes peixinhos, por aqui mas, adorei a aula! A aula de português de Portugal! Me diverti muito mesmo!
    Um abraço!
    Egléa

    ResponderEliminar
  2. Os peixinhos fritos realmente devem ter ficado uma delícia, mas aquele negócio com pão não consegui saber como fica...

    bjinhos

    ResponderEliminar
  3. As fotos estão "apetitosas"!

    Para mim, cozeria legumes e acompanhava os jaquinzinhos com eles, pois detesto açorda!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Os "Janquinzinhos" Teresinha!! Eu adoro... mas os pequeninos aparecem poucas vezes na carrinha que trás o pescado mesmo aqui à porta... Olha adoro açorda e sabes que não a sabia fazer? Já estou a guardar pão para a executar como a tua receita...Vai ser um sucesso.
    Mil beijos para ti e um fim de semana feliz.
    Graça

    ResponderEliminar
  5. Não conhecia a receita! O aspecto é óptimo.

    ResponderEliminar
  6. Aqui na Galicia esses peixes recebem o nome de xurelos.
    Que ricos! Quanto mais pequenos, melhor!
    Abraços,
    Teresa
    teresa_0001@hotmail.com

    ResponderEliminar
  7. Olá Teresinnha.
    Cá em caso adoramos fritos, mas claro que assim faz menos mal.
    Que belos bolos tem por aqui. Esse de limão chamou a minha atenção.
    A camisola da Kitty foi feita à mão mesmo, não tenho máquina, embora a vontade seja muita :)
    Beijinhos querida e boa semana

    ResponderEliminar
  8. Mmmmmmmmmm délicieux bisous Marie-Claire

    ResponderEliminar
  9. Olá! Gostei do que vi...não respinga o fogão e é mais saudável!
    Vou fazer numa próxima.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá Teresinha,

    aqui no Algarve tb há quem os chame de chicharros.
    Eu gosto deste tipo de carapau, assim mais pequenos, é alimados, são uma delícia. Conheces?

    Beijinhos e bom fim de semana
    São

    ResponderEliminar
  11. TERESINHA
    MARAVILHA GOSTEI, EU SOU DAS QUE SABE FAZER AÇORDA RIBATEJANA DIFERENTE DA ALENTEJANA E OUTRAS, MAS CHAMAR CHICHARROS AOS JAQUINZINHOS É ELEVA-LOS A ESTATUTO MUITO SUPERIOR PELO TAMANHO CLARO, NO PRAZER DE OS COMER, GOSTO DOS DOIS.
    1 BEIJINHO LÍDIA

    ResponderEliminar
  12. Pois, por aqui os "jaquinzinhos"!
    Devoro sem descansar o fígado, à boa maneira beirã, fritos e de escabeche. Com feijão frade, arroz de várias maneiras e até batta aferventada. E claro, por vezes a deliciosa açorda como essa à sua moda.
    Belo prato que a foto não desmente em ser delicioso.
    O outro carapau, o médio, muito bom grelhado com molho à espanhola e o maior, o chicharro, frito em postas...
    Ai o meu fígado!
    Beijinho Teresinha.

    ResponderEliminar
  13. Teresinha...esta receita é um manjar dos deuses...aqui em casa...para mim e para os meus pais!
    Gostei da sugestão de "grelhar" os peixinhos!
    Bj amigo!

    ResponderEliminar
  14. Adoro os chicharros. Quanto à tua açorda parece-me mais as migas alentejanas mas que é bom na mesma. Na Madeira a açorda também é diferente.
    Teresinha eu não vivo no Porto Santo, embora tenha lá familia. Infelizmente não vou lá tanto como gostaria. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Teresinha
    Que aspecto delicioso, vou fazer de certeza os jaquinzinhos, os chicharros na minha terra são os grandes. Mas farei com uma Saladinha a acompanhar.
    Também costumo fazer muitas vezes açorda à moda do meu Alentejo, leva praticamente o mesmo, mas o aspecto fica muito diferente, mas faço a açorda só com ovos escalfados que o meu filho adora e eu também.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Pra quem não sabe açorda é uma espécie de sopa, gosto muito, deixo mais aguada, bem teerada é uma delicia......eu sou de SMAçôres......

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!