quinta-feira, 1 de junho de 2017

Porta garrafa

Farta de retalhos... eu ia arrumar tudo e olhei para os seis quadrados!
De tecido com desenhos rústicos, sobras de dois individuais que ficaram a aguardar por dia de paciência para os acabar, os quadrados olharam para mim... e fizeram-me lembrar o que se havia passado há algum tempo, quando oferecemos a um amigo uma garrafa de whisky, 
como prenda de aniversário. 
Era um whisky bom, mesmo muito bom, como assim o merecia
o nosso grande amigo. Embrulhado em papel de prenda, 
com laçarote e tudo, o presente foi entregue ao aniversariante,
que, saído da piscina para efusivamente o receber, 
agarra no embrulho ao mesmo tempo que abraça o meu marido.
Por entre a manifestação de afeto e agradecimento
esgueira-se papel abaixo a preciosa garrafa por entre o abraço molhado,
estilhaça-se a seus pés, vertendo o seu néctar de elevada graduação!
Ninguém ficou ferido, mas a perda foi sentida com alguma tristeza,
quer pelo aniversariante, quer pelo convidado.
Para que isto não volte a contecer, deitei mãos à obra e fiz
porta garrafas para quando formos conviver com os amigos, 
quiçá para oferecer a amigas que lhes queiram dar a mesma função.
Copiei o modelo por um que tinha visto numa loja.
Agora farei mais alguns com tecidos diferentes que ainda tenho
e serão alusivos a aniversários e ao natal.
Sem ser um presente, acaba por ser engraçado e informal,
características que fazem parte dos convívios e petiscadas
com os nossos amigos, em sã camaradagem,
sem cerimónias nem salamaleques... 
em calções e à beira da piscina!...
Podia ter sido acolchoado, mas a ideia é só proteger a garrafa
para que não volte a estatelar-se mais nenhuma no meio do chão!...
O que acham? 
UM ABRAÇO

8 comentários:

  1. Acho muito boa ideia, Teresinha! E depois, bebido o que for, sobra o saco como recordação!
    Parece-me muito bem!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Adorei a ideia bem original!
    Gostei dos tecidos.

    Fiquei com pena do aniversariante.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Eu gostei da ideia Teresinha!
    Tenho uma amiga que no Natal fez calções de Pai Natal para as garrafas que ofertou!
    Um belo aproveitamento... Bj

    ResponderEliminar
  4. Oh! Teresinha és uma prendada. A tua família tem muita sorte. Bjs

    ResponderEliminar
  5. Uma excelente ideia minha amiga e assim evita-se futuros acidentes.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  6. Olá Teresinha

    Gostei da ideia, e sabe uma coisa no final que recebe a garrafa ainda pode aproveitar o saco para outra utilização, por exemplo frutos secos, folhas de chá secas, em fim um sem número de utilizações é só por a imaginação a funcionar.

    Manuela

    ResponderEliminar
  7. E fez muito bem, Teresinha! Lindos, práticos e ecológicos. Adorei a ideia!

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!