quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Meias de tricô com 5 agulhas... as últimas!

 Finalmente dei por terminado o ciclo das meias...
um verdadeiro círculo vicioso!...
Estas ficaram para mim, pezinho de Cinderela!...
Por aqui ainda há uns pares para distribuir.
 Parecem grandes, mas são umas belas luvas! 
Até têm um pouquinho a mais para não ficarem curtas 
com as lavagens.
Fiz o modelo, tanto o do calcanhar, como o da biqueira,
da forma que achei ser a mais ergonómica,
pelo menos a que eu acho que ficou melhor no pé.
Claro que há inúmeros modelos, 
uns feitos com agulhas circulares,
outros em que se tricotam ambas as meias em simultâneo,
outros que começam pela biqueira,
outros com 5 agulhas, como eu prefiro...e mais... e mais...
Vi imensas meias, umas tricotadas com enorme perfeição
(quem as fez sabe a quem me refiro!),
outras, singelas e longe dessa perfeição, como as minhas!...
Apesar de eu ter dado por terminada a época das meias, 
não podia deixar de mencionar quem me entusiasmou, 
embora eu já as soubesse tricotar há muitos anos:
as queridas e simpáticas amigas Lete e a Tânia.
Agora tenho entre mãos um casaco para um bebé bem pequenino
e depois quero sentar-me à máquina de costura:
1º. para coser um fecho numas calças;
2º. para fazer umas capas de almofadas e fronhas;
3º. para coser retalhos... muitos retalhos!...
UM ABRAÇO


6 comentários:

  1. Muitíssimo grata querida Teresa! É uma alegria enorme para mim partilhar uma das minhas grandes paixões no universo do tricot e conseguir transmitir esse entusiasmo e alegria aos que têm a mesma paixão que eu! Brijinho e continuação de bons tricots

    ResponderEliminar
  2. Olá

    Isto sim, é que são meias, as que se encontram por aí à venda não valem nada, não aquecem nada de jeito.

    Manuela

    ResponderEliminar
  3. Querida Teresinha, com grande pena minha verifico que o bichinho das meias passou por mim e andou. Sou imune aos seus encantos e confesso que nele, no bichinho, só vejo complicação muito pouco apetecível. Cada um nasce para o que nasce, é o que é e eu, comprovadamente, não nasci para tricotar meias. Confesso, no entanto, que convivo muito bem com tal limitação.
    As tuas estão fofas, adjetivo carregado de apreço cá no meu léxico.
    Quanto à costura, aí temos outra conversa, porque gosto muito dentro das minhas profundas limitações.
    Obrigada pelo teu comentário, minha amiga.
    Parece que o tempo se prepara para nos oferecer um agradável fim de semana. Que o teu seja muito feliz.
    Beijinhos da Nina

    ResponderEliminar
  4. Teresinha ... isso é que tem sido dar ao dedo!
    Imagino-as tão quentinhas que até apetece calçar!!!
    Bj e a ver se o frio vai embora para pormos a conversa em dia

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!