sábado, 3 de março de 2018

Tricotar na Singer Solo

Esta publicação de hoje só interessa a quem não se lembra como começar a tricotar na máquina Singer Solo. 
Satisfazendo o pedido de uma pessoa, aproveito e dou uma aula coletiva...
Assim mais pessoas ficam a saber o que eu também aprendi quando comprei a minha máquina, há trinta e tal anos!
Tricotei nela imensos casacos e camisolas para toda a família.
Curiosamente tenho uma filmagem feita num Natal, à lareira da casa dos meus sogros, e nela aparecem nove (9!!!) familiares com camisolas tricotadas por mim: umas à mão, outras à máquina!
Mas isto não interessa à aula de hoje, cujo tema é o título deste post. 
Aqui vai em fotos:
Espero ter dado uma ajudinha. Em vídeo teria sido mais fácil, mas tenho de aprender bem!
UM ABRAÇO

8 comentários:

  1. Nunca vi este tear mas penso que a Teresinha nos mostrou alguns trabalhos feitos nele!
    bj

    ResponderEliminar
  2. Olá Teresinha amei as fotos já fiz muito trico na máquina mais era bem mais simples. amei seu blog já estou te seguindo te espero no meu blog também .bj

    ResponderEliminar
  3. Esqueci de deixar meu endereço do meu blog Vanda

    ResponderEliminar
  4. Olá Teresinha: tenho uma máquina igual a esta e fiz muitos casaquinhos para os meus filhos e sobrinho nela. Neste momento está esquecida num canto e penso que deve estar toda enferrujada. Já não a uso há anos!!!! Gostei da lição e se alguma vez me decidir a voltar à máquina, virei aqui para relembrar os passos.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Teresinha,
    Adorei a sua explicação, mas confesso-me inapta para tais trabalhos!
    Um beijinho e bons trabalhos e uma semana muito abençoada.
    Ailime

    ResponderEliminar
  6. Boa tarde Teresinha,
    Muito boa sua explicação que me relembrou o uso de uma maquina, que tenho, igualzinha a esta e que está parada, já faz muitoooos anos. Deparei-me com as agulhas todas enferrujadas, pois andou mal tratada. Por acaso sabe se há possibilidades de comprar agulhas usáveis? tenho perguntado em lojas que representam a Singer e dizem que já saiu de linha há muito e que não tem mais agulhas.
    Se por acaso se a Teresinha souber, ou alguém que leia meu comentário eu ficava muito grata. podem deixar aqui alguma resposta que eu depois vejo e volto a contactar.
    Meu abraço fraterno.
    Clementina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Clementina.
      Realmente é uma pena ter as agulhas da máquina enferrujadas. Aqui em Coimbra ainda cheguei a comprar agulhas e uns tubinhos para os pentes a um senhor que me socorreu quando a máquina de costura "engoliu" uma linha! Agora já não tem nada para estas máquinas que a Singer deixou de fabricar.
      Eu também estive sem tricotar algum tempo e quando quis recomeçar, estava pesada e o carreto não corria bem.
      Desmontei-a toda em cima duma toalha numa mesa: puxei um tubinho que prende as agulhas e quando estas ficaram soltas (algumas tinham ferrugem), limpei-as todas com esfregão de aço (do mais fino) e ficaram como novas! Lavei com água e sabão todas as partes de plástico, sequei com o secador, passei um pouco de óleo de máquina e voltei a colocar as agulhas.
      Ficou a trabalhar como se fosse nova! Ah! Se reparar nas fotos, uma pecinha do tabuleiro sofreu um acidente e está bem colada! Uma peça que une e segura os pentes também tem um pouco de ferrugem, mas não interfere no uso.
      Não me ocorre mais nada para a ajudar, mas estarei aqui deste lado se precisar.
      Vi que não tem publicado nos dois blogues. Mostre os seus trabalhos!
      Um abraço
      Teresinha

      Eliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!