quinta-feira, 14 de abril de 2016

Tempura de filetes e salada com couscous/cuscuz

Hoje o almoço foi assim:
Faltavam 15 minutos para a hora do almoço
e ainda só estava pronto o creme de legumes... de ontem!
Eu tinha descongelado filetes, que depois temperei normalmente
com limão, alho e sal.
Mas andei a cirandar e pensava que era mais cedo.
Eu gosto muito de cumprir regras e sou rigorosa na pontualidade,
entre outras coisas!
Cá em casa é assim:
almoço à 1 hora, lanche às 5 da tarde e jantar às 8 pm! 
Como regras que são, têm exceções:
o pequeno almoço é à hora a que cada um acorda e o prepara 
e durante o dia cada um depenica quando e o que quer!
Voltando aos filetes: eu ia fazê-los normalmente
(passando-os por farinha  e ovo antes de os fritar)
quando me lembrei da tempura comprada há dias!
É do Japão? Não! Foi levada para lá pelos portugueses,
que faziam peixinhos da horta.
Eu sei fazer tempura: 
farinha, ovo e água gaseificada ou cerveja bem frescas,
mas esta vem preparada, foi só misturar água bem fria. 
 Tendo envolvido os filetes neste polme mergulhei-os no óleo quente.
(Aqui haverá gente a ficar arrepiada... ai, são fritos... não posso!)
Deixemo-nos de exageros: uma vez por outra temos de 
dar algum trabalho ao fígado! Amanhã andamos 5 Kms...
para transformar a gordura em músculo!!!
 Arroz? Não! Levava mais tempo a cozer.
Optei pela solução rápida: couscous de milho em 5 minutos,
temperados com uma colher de café do que encontrei
num frasco: molho de manga e caril.
Entretanto piquei e temperei com limão e azeite:
pepinos pequenos, alface, pimento e cebola.
 Misturei tudo.
 Os filetes estavam bem escorridos de gordura
 e o prato ficou assim!
Não é nada delicado rapar o prato...
também não se deve deixar a comida nele!
Não rapei e não deixei nada!
Acontece que estava mesmo muito bom!!! 
Ah! Almoçámos à 01h e 20m!
 Espero que entendam o modo de preparar a tempura!!!
Segue a tradução dos ingredientes... única tradução!!
Como ainda escrevi isto no dia 13, hoje não há um abraço!
UM BEIJO

13 comentários:

  1. Ontem também dei trabalho ao fígado! De vez em quando se preciso e sabe bem! Não comi tempura, não, não! Mas garanto que esse seu pratinho tinha sabido igualmente bem! Um grande beijo

    ResponderEliminar
  2. Olá :) tem bom aspecto e não me arrepiam nada os fritos, ocasionalmente também entram cá em casa. Nunca fiz tempura, mas já provei ... muitas vezes :) talvez experimente um dia deste.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Que delícia!!! Meu esposo ama. Seguindo...
    http://casadaaline.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Oi amiga, sabe que mesmo vendo assim seu peixe mergulhado em oleo não achei ruim nao, pelo contrario não ha nada mais gostos que peixe frito, adoro...e achei que ficou bem bonito seu prato bjucas

    ResponderEliminar
  5. Teresinha,

    Tempurá me é muitíssimo familiar!
    Meu bisavô disse que é uma palavra de origem portuguesa: tempero. Afinal, os portugueses descobriram também o Japão. =)
    Gostou de saber? Eu gostei de ver o teu almoço.

    ResponderEliminar
  6. Querida Teresinha,
    Um almoço bem Português, mas tão saboroso. Adorei. Beijinho amiga

    ResponderEliminar
  7. Teresinha...não conhevia a expressão tempura...suponho que é o mesmo que polme!...será?
    Também gosto!
    Ontem fiz panados de potas...que nunca tinha feito!
    Bj amigo e a ver se me organizo para umas horas em sua companhia!

    ResponderEliminar
  8. Humm que aspecto delicioso.
    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. que delicia!! gostei muito da sua refeição, principalmente do cuscuz que amo!

    bjinhos

    ResponderEliminar
  10. Teresinha, o almoço foi muito, muito bom! Também não me prendo com radicalismos e comer fritos uma vez por outra não mata ninguém!
    Guardei a sugestão!
    Desejo-te um feliz fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Oi Teresinha... que delícia este tempurá, eu amo... deve ter ficado uma delícia, no prato não sobrou nada, rsrsrs beijosss!!!

    ResponderEliminar
  12. Pensei que tempura fosse um tipo de peixe.
    Não ligo se tenho que comer fritura.
    Como sim, quando necessário.
    Ovos, faço sempre fritos.

    ResponderEliminar
  13. Olá Teresinha,

    posso ir aí jantar? É que fiquei com água na boca, hehehe.

    Beijinhos e boa semana
    São

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!