domingo, 12 de junho de 2016

Suspiros e outras coisas

Ontem fiz suspiros.
Não os fazia há tanto tempo e gosto tanto!
Eu que não sou de muitos doces, gosto imenso de suspiros,
e... coisa mais doce não deve haver!!!...
Como-os para aí umas três vezes por ano...
por isso nem os faço!!!

1 medida de claras de ovos 
3 medidas de açúcar
raspa de limão
Bater tudo em castelo bem firme
 e levar ao forno aos montinhos - 180º - durante 1/2 hora
Apesar de ter feito muitos,  hoje acabaram!
Mas não os comi sozinha!!! 
As minhas teenagers minhotas ajudaram e os pais também!
Para o almoço fiz filetes de maruca 
com arroz de açafrão e ervas aromáticas.
 E mais uma vez a Nina, minha musa inspiradora, 
mostrou-nos uns lindos e preciosos bordados antigos.
Por trazer a uso uma fronha muito antiga e já me ter ocorrido mostrá-la aqui, faço-o hoje, copiando a nossa amiga.
Não é de linho. É de algodão, mas tem uma bainha aberta, bordada por uma tia do meu marido.
A fronha é filha única e ainda traz os botões originais, como eu gosto, mas o bordado é lindo.
 Ultimamente as fotos que tiro com o telemóvel saem assim, rosadas(???)
Na verdade é um telefone... e anda a sair-se mal como câmara fotográfica!...
Agora que já acabei a mantinha e o calor já se faz sentir
vou pegar em linho e bordar, tarefa que costumo fazer nesta altura.
Por agora tenho apenas acompanhado as minhas ajudantes 
que têm vindo nos fins de semana para ajeitar a casa da minha filha
que foi viver para os Açores.
Está quase pronta e depois será para arrendar.
Eu vou dando apoio moral e cozinho para o pessoal.
As minhas forças não dão para muito mais!
Daqui a dias voo para S. Miguel com o meu neto,
que se vai juntar à família depois de ter completado o 5º. ano.
UM ABRAÇO

13 comentários:

  1. Hummmm adoro suspiros.
    Excelente trabalho e belas fotografias.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Olá, querida Teresinha...

    Sempre te achei, querida. Sabes... - entende as reticencias, c acento, como pontos de exclamação ou interrogação, pke fui operada, este ano, duas vezes a, c acento grave, mão dta. e a pobrezinha está ainda fraquinha. Não sei se já sabias ou não disto. de qualquer forma, fica dada a informação.

    Escrevia eu, k sempre te achei uma querida, pke és mto transparente, lavada de cérebro, muito inteligente e para culminar és açoriana.
    Acho os ilhéus, um povo a, c acento grave, parte e bem diferente, para melhor, dos contenentais - risos.

    Qdo deixaste comentário no meu blogue, abriste o livro da tua vida, que tem sido, decerto, um mar de rosas, em geral. Claro k há sempre um espinho ou outro, mas, c' est la vie.

    Suspiros comestíveis ou não, homonimamente falando, são em geral excelentes, a menos que sejam aqueles que revelem alg. tristeza, k, tb os há, mas pensemos só nos bons, naqueles k tu fizeste e k me parecem ter ficado de comer e chorar por mais. Qdo era criança, comi mtos e hoje não o faço, pke já tenho mais consciência nutricional, ai o peso, ai os entas...

    Eu sou completamente uma nulidade em Artes Manuais, creio k já te disse, mas gosto de ver bordados e rendas, sobretudo antigas. estas são um espanto...

    Desejo-te boa viagem e que a casa dos Açores se arrende, rapidamente.

    Beijinhos e um dia mto feliz.

    ResponderEliminar
  3. Teresinha, muito, muito obrigada pelo carinho ( e imerecidos elogios). Se alguém deve algo, evidentemente que sou eu que contigo aprendi maravilhas - lembro botinhas, casaquinhos para bebé, mil coisinhas mais. Grata sou eu!

    De suspiros, confesso que gosto pouco, assim simples, embora tenha em casa quem adore e coma toneladas. Tenho porém uma receita deliciosa que requer suspiros e que brevemente publicarei.

    Só agora entendi que uma das meninas vai viver para os Açores! Que bom! Aposta seguramente na qualidade de vida. Muitas felicidades na etapa que inicia.
    Para ti, beijinhos da Nina

    ResponderEliminar
  4. Estava a esquecer-me da iguaria, simples, é verdade, k fizeste para o almoço, mas k na fotografia tem um aspeto de algo proveniente do Olimpo.

    Parabéns, master chefe...

    ResponderEliminar
  5. Teresinha relíquias que nós gostamos e eu sei que a amiga borda como ninguém!
    Já me apercebi que vai de férias por isso que relaxe bastante e que nos encontremos este verão!
    Ontem fiz uma sobremesa com suspiro que adoro!
    Levo as suas sugestões... Bj amigo

    ResponderEliminar
  6. Estes suspiros já me fizeram suspirar Teresinha :)




    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Teresinha,
    Eu não sou de doces, mas vi há pouco aqui na lateral do meu blogue os seus suspiros e não resisti e fui comer uma cavaquinha que o meu marido trouxe das Caldas da Rainha há tempos, rssrs. Adoro suspiros e em criança fazia-os com as minhas irmãs.
    Esses bordados antigos são lindíssimos.
    Sobre o arroz de açafrão faço-o bastantes vezes. Aqui todos gostam.
    Beijinhos e uma boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  8. Essa fronha é uma relíquia.

    Há muito que não como suspiros. Agora evito doces, pois sou pré diabética.
    Os teus suspiros fizeram-me lembrar os que a minha mãe fazia. era um tabuleiro enorme . A minha mãe deitava-lhes um bocadinho de corante para ficarem com várias cores.

    Adorei, como sempre, as tuas fotos.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Teresinha, sou gulosa, mas não gosto nada de suspiros, enjoam-me. Já esse arroz tão bem acompanhado podia ser o meu jantar, gosto de tudo nesse prato!
    A fronha é mesmo parecida com as da Nina e gosto imenso. :) São preciosos tesouros, sem dúvida. Adorei a partilha, obrigada!

    ResponderEliminar
  10. Oi Teresinha... eu amo suspiros, tem uma sobremesa que se faz com suspiros e morangos que eu sou apaixonada... beijosss!!!

    ResponderEliminar
  11. Mamamia, que suspiros!! Esses vou fazer, querida amiga! E a comidinha embaixo deu água na boca.
    Quanto à bainha aberta, sempre lindas, de bom gosto.
    Beijos além-mar, Teresinha!

    ResponderEliminar
  12. Olá Teresinha :)
    Que belos petiscos nos apresentou. Eu sou mais fã dos salgados, adoro peixe e também uso muitas vezes o açafrão no arroz, acho que dá um toque muito especial. Os suspiros nunca fiz, mas vou experimentar, parece bem fácil. Gosto da textura crocante deles.
    As bainhas abertas são uma verdadeira obra de arte e sei que dão muito trabalho. a minha mãe ainda fez alguns trabalhos. Ficam maravilhosos mas nunca experimentei fazer, pois também são bem trabalhosos. Parabéns!
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. Fico feliz, muito por estar bem. Estes doces ainda vejo pelas feiras e romarias...
    Um modo doce de encarar a vida, quer na mesa, mas acima com a familia.
    Beijinho grande e felicidades para todos

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!