quarta-feira, 13 de julho de 2016

De novo em Coimbra

Reapareço depois duns dias nos Açores.
O motivo da minha ida agora a S. Miguel foi levar o meu neto para junto da família,
que decidiu ir viver para Ponta Delgada.
Eram os meus vizinhos da frente!...
Por um lado fico triste sem os beijinhos e abraços na hora da chegada da escola. 
Por outro lado fico mais descansada por ter a minha filha perto do meu irmão, cuidando dele e fazendo-lhe companhia.
O meu neto tinha ficado a acabar o ano letivo,
agora era urgente juntar-se à família, por isso fui levá-lo.
Num voo de apenas duas horas chega-se aos Açores.
É facil!
Difícil é sempre o regresso!...
Partimos do Porto
         e duas horas depois era assim:
a vista sobre a doca da cidade que me viu nascer...
... e logo a seguir vê-se bem a casa onde vivemos!
Foram poucos dias, nem deu para visitar amigas.
Algumas, porém, sabendo da minha ida pelo facebook,
apareceram lá em casa para aquele abraço apertado!
É bom ver como depois de mais de vinte anos sem nos vermos
as nossas conversas são retomadas
 como se nos tivéssemos encontrado na véspera!
Meninas quando nos separámos, agora somos avós idosas!...

Não fiz nada com agulhas!
Peguei numa camisola em ponto inglês para o meu irmão,
mas logo a voltei a colocar no saco!
Trabalho começado há uns bons três ou quatro anos,
será terminado quando eu voltar a S. Miguel,
perto do natal, para o nascimento do meu netinho... ou netinha!

Mas fiz doce de amoras silvestres!
Depois mostro-o!
Com limitações na net e falta de oportunidade
não comentei nem agradeci visitas e comentários.
Aos poucos irei retomando o ritmo!

UM ABRAÇO,
desta vez muito saudoso!!!

7 comentários:

  1. Querida teresinha fico feliz elo teu regresso, e que tudo tenha dado certo...na espera pelos animados posts ok, bjucas!!!

    ResponderEliminar
  2. Teresinha, realmente os Açores ficam tão pertinho e sendo um destino maravilhosos, não sei porque não voltei ainda. Assusta-me um pouco o tempo caprichoso, apenas isso.
    Quanto aos pasteis de nata, para ser franca, não percebi como, assim, do nada, depois de uma ausência longa, apareciam, mas nada me deteve e comentei.
    Agora, situada, desejo-te uma rápida readaptação e apropriação das doces rotinas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Teresinha fico contente pelo seu regresso!
    Como não tem aparecido pelo blog ainda não se apercebeu que tenho o meu velhinho muito fragilizado!
    Não fala...mantem os olhos fechados...numa desistência de vida e um desagrado pelo seu novo estado de saúde!
    Andamos psicologicamente em baixo mas assim que puder...apareço para o chá!

    Adorei seus olhares e fico feliz por tudo ter sido do seu agrado!

    Bj amigo

    ResponderEliminar
  4. Um bom regresso minha amiga e as fotografias do avião estão espectaculares.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  5. Retemperaste forças e estiveste com familiares.

    Agora temos-te, novamente, por aqui.

    Adorei as fotos.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Olá amiga: foi uma visita relâmpago mesmo. Pensei que vinha o verão todo ( que sempre é menos quente cá, apesar da terrível humidade).Para o Natal espero vê-la então, para a célebre "mijinha" do Menino.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Nossa, eram vizinhos de frente, e agora tão longe. É uma pena. Ele é que é o flautista?

    beijo

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!